SINDIPESA | inovações para combater epidemia crônica do setor: a deslealdade comercial


Em continuidade ao trabalho que venho desempenhando ao longo desses quatro anos à frente do Sindicato Nacional das Empresas de Transporte e Movimentação de Cargas Pesadas e Excepcionais (SINDIPESA), e sendo o cumprimento das legislações uma das principais bandeiras do sindicato, implantamos em 2021 algumas iniciativas inovadoras. Seu objetivo é combater as más práticas adotadas por algumas empresas, moralizar o setor e minar a deslealdade comercial que impera há alguns anos.


Nesse contexto, lançamos o Código de Ética do SINDIPESA, que define compromissos e responsabilidades da entidade e estabelece o padrão de conduta que esperamos de todos aqueles com quem mantemos qualquer tipo de relacionamento direto e indireto (dirigentes, executivos, parceiros, associados, prestadores de serviços), sendo uma ferramenta a serviço da transparência e do compromisso de respeito às normas.


Em prol de fortalecermos nossa representatividade e de combatermos o transporte irregular, lutando pela longevidade e pela sobrevivência das empresas, lançamos também o Canal de Denúncias SINDIPESA para ampliar nosso trabalho contra a concorrência desleal. Por meio desse canal, os associados podem enviar informações a respeito de transportes irregulares sobre os quais tenham notícia para que o SINDIPESA possa efetuar a comunicação às autoridades de trânsito e de polícia competentes que então fiscalizarão tais transportes.


Também elaboramos e divulgamos o Manual de Boas Práticas de Guindastes e o Manual de Boas Práticas de Transporte de Cargas Pesadas e Excepcionais, que sugerem práticas relacionadas às operações de guindar e de transporte excepcional. O objetivo é um melhor desenvolvimento dos serviços, garantia da segurança nas operações, desempenho das melhores técnicas operacionais, além, é claro, da manutenção do equilíbrio contratual com os tomadores de serviços. Esse trabalho foi feito por muitas mãos em conjunto com várias empresas associadas que compartilharam suas técnicas e práticas operacionais e administrativas em prol do bem comum do setor.


Entendo que essas diretrizes que lançamos são aplicáveis a todo o setor e que deveriam ser seguidas para que se mantenha a boa saúde financeira e operacional das empresas. Por esse motivo, recomendamos fortemente sua adoção às nossas empresas associadas.


Todas essas iniciativas eram metas de minha gestão, as quais reputo como cumpridas: as sementes foram plantadas e agora devem germinar e dar frutos. Sei que a mudança requer tempo, disciplina e fiscalização e que será um longo caminho, mas o primeiro passo foi dado.


Julio Eduardo Simões

Presidente do Sindicato Nacional das Empresas de Transporte e Movimentação de Cargas Pesadas e Excepcionais (SINDIPESA)