Desenvolvimento humano e social da COMJOVEM em 2021

Desafios enfrentados e barreiras superadas


Representar um grupo de pessoas e ser a ponte para o diálogo de assuntos relevantes aos interessados são grandes desafios. A COMJOVEM é sem dúvida um dos pilares de evolução e de crescimento do transporte de cargas brasileiro, e representar a comissão enquanto coordenador nacional, para mim, é motivo de muito orgulho.


Esse período, porém, tem sido repleto de desafios, já que em março de 2020 os impactos da pandemia do novo coronavírus começaram a ser sentidos. De lá para cá, tivemos que nos transformar para continuar estreitando os laços com os jovens empresários e os preparando para assumirem cargos importantes tanto nas empresas como nas entidades de classe.


No ano passado, tivemos uma transformação completa na forma de nos comunicarmos com os núcleos e membros. As reuniões, eventos e palestras que antes eram presenciais se tornaram virtuais, o que nos forçou a encontrar maneiras de nos mantermos atuantes e influentes no dia a dia dos empresários. Inicialmente, ainda em 2020, realizamos a live “COMJOVEM Convida”, que fez muito sucesso e cumpriu seu objetivo de nos manter presentes, mesmo que a distância. Porém, o que no primeiro ano de pandemia deu muito certo e manteve o relacionamento entre a comissão e seus membros bem próximos, em 2021 se tornou rapidamente cansativo, e o nosso principal desafio foi fazer com que as lives e reuniões, já batidas, se tornassem algo novo e atrativo para que todos tivessem interesse de assistir.


Então, uma das alternativas que encontramos foi diminuir a frequência de programas ao vivo e convidar empresários renomados, que passaram ou que estão passando pela sucessão familiar, para trazer uma visão ampla e prática do que tratamos em nossos encontros da COMJOVEM. Também tivemos uma live sobre o setor ministrada por Joyce Bessa que contou apenas com as mulheres, e essas novas abordagens trouxeram para nós um retorno muito interessante.


Além dessas soluções encontradas a partir dos programas ao vivo, a Coordenação Nacional investiu mais tempo e realizou reuniões específicas com cada coordenador e vice-coordenador de núcleo, totalizando 25 reuniões, para entendermos um pouco mais sobre o planejamento de cada braço da COMJOVEM. Assim, conseguimos nos aproximar ainda mais dos coordenadores e conversamos sobre as maiores dificuldades que cada núcleo tem para ajudá-los a cumprir suas metas. Esses encontros também foram fundamentais para que todos voltassem a olhar para a comissão com aquela vontade de realizar, de participar e de trocar experiências.

A verdade é que toda crise expande nossos pensamentos para enxergarmos pontes que não enxergávamos na correria do cotidiano. Acredito que não só a COMJOVEM, mas todos os jovens empresários que dela participam, sai muito mais forte desse momento.


O principal plano para 2022 é se aproximar ainda mais de todos os integrantes da COMJOVEM. Neste ano voltamos com alguns eventos híbridos, agora com o Seminário Itinerante edição Belém e o Encontro Nacional da COMJVOVEM presenciais, e em 2022 pretendemos fazer tudo presencial novamente, já que esse contato pessoal é fundamental para aprendermos com os profissionais do segmento de transporte de cargas. Todos têm algo a ensinar e sempre teremos algo a aprender, então esse “olho no olho” é muito importante para o desenvolvimento do networking, que é o DNA da COMJOVEM.


Andre de Simone

Coordenador nacional da COMJOVEM


Adaptações e aprendizados para a manutenção do networking


Como o André mesmo citou, o DNA da COMJOVEM está muito ligado à relação entre seus membros e os benefícios que essa troca de experiências traz para o jovem empresário que está assumindo mais responsabilidades e alcançando cargos importantes tanto nas empresas quanto nas entidades de classe.


De forma simples, o networking pode ser conhecido como sua “rede de contatos”. Ou seja, é a forma de cultivar relações profissionais em diversos ambientes e utilizar essas relações para alguma finalidade, seja para fortalecer as amizades, para estreitar negociações comerciais ou para aproveitar oportunidades no mercado de trabalho. E é aí que entra a COMJOVEM.


As comissões preparatórias, em especial as que focam na juventude, têm um papel fundamental no treinamento e na qualificação da nova geração de líderes. Um empresário que não participa da COMJOVEM, por exemplo, provavelmente terá mais dificuldades para enfrentar os desafios do mercado e também estará mais sozinho, com um networking bem mais limitado.


Enquanto jovens líderes do transporte rodoviário de cargas (TRC), nosso papel é também promover a eficiência e a integração nacional por meio de novas práticas ou tecnologias. A partir daí, a COMJOVEM nos auxilia nesta mentoria prática, nos dando força por meio da troca de experiências e do investimento na qualificação profissional.


Justamente por trazer uma experiência completa, de aprendizado, de troca de experiências, de oportunidades e de evolução profissional, é que a Comissão de Jovens Empresários da NTC&Logística tem sido tão importante para o desenvolvimento do setor. Além disso, a COMJOVEM dá aos participantes a chance de trocar experiências e angústias, que são importantes para o amadurecimento do profissional, e também desenvolve grandes eventos e promove conversas com profissionais de sucesso no setor.


Criamos relações de confiança com as quais podemos compartilhar experiências e, claro, aprender com o outro e ajudá-lo no crescimento profissional e muitas vezes no pessoal. Recentemente também iniciamos os incentivos para reuniões compartilhadas, nas quais os diferentes núcleos da comissão se unem para debater assuntos em comum e trocar experiências adquiridas nos diferentes estados.


Ou seja, todo esse trabalho de integração e de networking tem sido pensado para auxiliar a evolução do empresário e principalmente do setor de transporte de cargas como um todo. Com planejamento e muita troca de informação, acredito que conseguimos reascender a chama em diversos núcleos e já consigo ver um 2022 ainda mais ativo para os jovens empresários ao redor do País.


Mas não paramos por aí: a COMJOVEM também possui um cunho social muito forte, e neste período de pandemia intensificamos nossas atividades e alteramos campanhas para conseguirmos auxiliar o maior número possível de pessoas.


Joyce Bessa

Vice-coordenadora nacional da COMJOVEM


Atuação e impacto social da COMJOVEM


Já é muito conhecido e desmembrado o papel da COMJOVEM na integração e na capacitação dos jovens empresários e executivos, despertando-os para futuras lideranças no setor de transporte de cargas e logística em âmbito nacional. Porém, a comissão possui outro papel fundamental: o de agente social transformador.


Composta por empreendedores do segmento que abastece a sociedade e sustenta a economia, a comissão não poderia deixar de ter em seu DNA a solidariedade e o compromisso de impactar socialmente nosso País tanto quanto o TRC faz.


Buscando fazer a diferença nas vidas das pessoas, contamos com nossa estrutura logística, que nos permite uma abrangência de norte a sul do Brasil e a facilidade de recolher, de armazenar e de distribuir em todo o território nacional, tendo a ajuda dos integrantes da COMJOVEM.


Assim, a comissão possui diversas ações que visam prestar suporte e assistência àqueles que necessitam, como campanhas sazonais de doação e de arrecadação e medidas tomadas com o objetivo de atender emergências sociais.


É o caso da antecipação da Ação do Bem. A iniciativa sempre ocorre nos encontros nacionais da COMJOVEM em novembro, mas desta vez foi realocada para o início deste ano com o objetivo de ajudar as vítimas de enchentes que atingiram o estado do Acre em março.


Neste ano, a COMJOVEM também se mobilizou para alterar uma de nossas maiores ações, que é a campanha de doação de sangue. Em 2021, sentimos a necessidade de aumentar os resultados da campanha, que anteriormente durava três meses, e para isso nos reunimos com a presidência da NTC para estender o prazo para um ano, o que tem gerado um aumento significativo de doações.


Nesse período de pandemia, também houve diversas outras ações buscando ajudar os atingidos por essa crise, além de claro continuar prestando o suporte social que a COMJOVEM sempre efetuou com ações como campanha de doação de agasalhos e cestas básicas. Além dessas, há também arrecadação em datas comemorativas, como Dia das Crianças e Páscoa, épocas em que fizemos a distribuição de brinquedos e de ovos de chocolate para os pequenos.


Outro fator que também merece destaque foram as realizações com os membros da Comissão. Foram efetuadas reuniões de boas práticas para diminuir o impacto econômico gerado pela covid-19 nas empresas, orientando os empresários nos cuidados com os colaboradores do setor de transportes e nas áreas administrativas. Além disso, foi oferecido suporte aos motoristas, que mesmo nesse período de pandemia continuaram atuando em prol do abastecimento da sociedade com alimentos, remédios, insumos em geral e no desenvolvimento do País.


Mesmo com o avanço da vacinação e com a retomada gradual da economia, nossa atuação social continuará forte, buscando cada vez mais o aprimoramento e a expansão das campanhas. Em um país que possui aproximadamente 14 milhões de desempregados e um gigantesco cenário de desigualdade, é nosso dever prestar suporte aos que necessitam.


Geovani Serafim

Vice-coordenador nacional da COMJOVEM