Entrevista com Marcelo Patrus

TRC como serviços essenciais e a preocupação ambiental


Marcelo Patrus é atual presidente da Patrus Transportes e vice-presidente de carga fracionada da NTC&Logística.

O empresário, que comanda uma das maiores transportadoras do país, admitiu o momento complicado trazido pela pandemia. “Os comércios estavam fechados, a indústria parou e as pessoas estavam preocupadas se perderiam seus empregos”.

Mas Marcelo também acredita nos ensinamentos que o momento trouxe para o mundo empresarial. “A pandemia nos mostrou novas possibilidades de gestão de equipes, trouxe diversas possibilidades tecnológicas para explorarmos e nos forçou a arriscar novos mercados”.

Confira a entrevista completa:

Para começarmos nossa entrevista, é difícil não falarmos sobre a pandemia do novo coronavírus. O vírus que paralisou e modificou o mundo em 2020 trouxe diversos impactos para o TRC brasileiro. Como a Patrus sentiu a pandemia e quais foram as medidas para que esses impactos que ela trouxe não afetassem tão negativamente a empresa?

O começo da pandemia foi bastante complicado, pois os comércios estavam fechados, a indústria ficou parada e as pessoas estavam preocupadas se perderiam perder seus empregos.

Mas continuamos transportando, somos um serviço essencial, e seguimos tentando amenizar ao máximo o impacto para nossos clientes e destinatários – indústrias e pessoas. Principalmente por transportarmos medicamentos e outros produtos farmacêuticos, não podíamos parar.

Tivemos que nos adaptar de forma muita rápida, pois tínhamos que continuar o nosso trabalho e concluir as entregas da melhor forma possível, especialmente as entregas de medicamentos e insumos hospitalares, que precisavam mais do que nunca da nossa total dedicação.

Seguimos as recomendações da Organização Mundial de Saúde, com todos os protocolos de prevenção à covid-19. Esses protocolos incluíram as escalas de home office da nossa equipe de forma que não impactassem no cumprimento das nossas entregas, disponibilização de álcool em gel e máscara para nossos colaboradores, campanhas de conscientização e prevenção e priorização das reuniões de forma on-line, além de termos evitado aglomerações.

Com tudo isso, conseguimos cuidar da saúde de nossa equipe sem parar de operar nem de transportar as mercadorias. Não demitimos um único de nossos 3000 colaboradores, pois para nós as pessoas são prioridade.

Mesmo em um momento complicado, a Patrus manteve seu DNA de inovação, de transformação tecnológica e de desejo por novos desafios e lançou uma nova iniciativa intitulada Patrus Transportes Tech. O que a iniciativa significa e quais são seus principais objetivos?

A Patrus Transportes Tech é uma iniciativa para potencializar as inovações que respondem aos desafios do presente e para criar novas soluções para o futuro.

Há alguns anos temos investido em ferramentas, processos e metodologias ágeis para alavancar a tecnologia dentro do nosso negócio. Esse investimento reflete não só nos processos operacionais, mas estão amarrados a todas as áreas da empresa – desde ferramentas de rastreamento, sistema operacional e recursos para o facilitar o trabalho diário da nossa equipe até os nossos canais de comunicação com clientes, destinatários e colabores.

Neste ano, fomos coorganizadores da trilha Mobtech, o maior evento de tecnologia e inovação do mundo – o Silicon Valley Web Conference – realizado pela StartSe com troca de conhecimento de grandes nomes do Vale do Silício. Junto com este evento, lançamos a Patrus Transportes Tech.

A Patrus Transportes Tech veio para consolidar todo este investimento, desenvolvendo tecnologias próprias para aumentar a eficiência na movimentação de cargas, além de implementar plataformas integradas que melhoram os processos de ponta a ponta.

O resultado é uma operação superior a um milhão de entregas mensais, 100% monitorada em tempo real, resultando em uma entrega a cada 2 segundos com total segurança e confiança.

A Patrus é hoje uma empresa que concilia o desenvolvimento econômico e a preservação do meio ambiente e até possui o certificado B Corp. Quando a Patrus resolveu implementar o desenvolvimento sustentável e quais medidas estão sendo tomadas para que esse desenvolvimento aconteça?

Desde quando meu pai fundou a empresa, o pilar social já era parte da nossa cultura. Realizávamos campanhas beneficentes informalmente, ajudando a comunidade no entorno da nossa sede e nossos próprios colaboradores.

Então, minha irmã, Marina Patrus, fundou o Instituto Marum Patrus (IMAP), uma organização filantrópica que passou a formalizar nossos projetos de sustentabilidade.

Atualmente, a Patrus Transportes dedica 2% de seu lucro para o IMAP. Entre os programas do IMAP, estão o Jovem no Transporte, que capacita profissionalmente adolescentes filhos de colaboradores e oferece caminhos para o primeiro emprego na própria Patrus; o Programa Redescoberta leva qualificação profissional para mulheres visando ao aumento da renda familiar e à inserção social; e existem vários outros projetos de diversidade, inclusivos, de assistência social e sustentabilidade.

Ser a única transportadora de cargas do mundo a receber a certificação do Sistema B, um verdadeiro atestado de sustentabilidade, propõe um conjunto de valores que promovem a prosperidade e a interligação de toda a cadeia de valor para atingir resultados de maneira justa e equilibrada.

Outra característica da Patrus é o diálogo aberto entre a organização e seus colaboradores por meio de vários canais de interação. Quais atividades a Patrus realiza para manter esse diálogo e como a empresa descobriu que essa aproximação era fundamental para o crescimento da empresa?

Somos uma empresa familiar que possui de forma muito marcante a gestão de portas abertas. Aqui, valorizamos a proximidade de toda a equipe e a disponibilidade dos gestores para o diálogo, o trabalho colaborativo e o relacionamento interpessoal.

A tecnologia foi fundamental neste momento de pandemia, pois mesmo com a necessidade do isolamento social ela permitiu que estivéssemos conectados uns com os outros.

Além do relacionamento interno, valorizamos a proximidade com nossos clientes, fornecedores e demais stakeholders. Nosso código de conduta ética e profissional, por exemplo, é parte integrante do cotidiano da empresa, pautando ações de mercado e orientando o relacionamento com esses públicos. Crescer dentro desses parâmetros e dessa visão é estratégico para as pretensões de uma empresa que quer ser percebida como instituição cujo impacto se faz sentir muito além das relações comerciais.

Usamos a ferramenta do lean manufacturing, em que uma das ações que incentiva a participação de todos os colaboradores no nosso negócio é o desenvolvimento de kaizens – propostas de melhoria em processos que a própria equipe identifica e traz sugestões.

O lean reduz desperdícios em estoque, excesso de produção, transporte, defeitos e retrabalhos, processos desnecessários, movimentos, espera e desperdício da criatividade dos funcionários. A utilização desse sistema permite a criação e o acompanhamento de metas diretamente ligadas à eficiência dos processos.

Ainda sobre a covid-19, quais são os maiores ensinamentos que a pandemia nos trouxe?

Acredito que ter relacionamentos sólidos e a excelência como meta são a base para superar obstáculos, ajustar rumos e obter grandes resultados.

A pandemia nos mostrou novas possibilidades de gestão de equipes e trouxe diversas possibilidades tecnológicas para explorarmos, reforçando que este é um investimento certeiro e que veio para ficar.

Além disso, nos forçou a arriscar novos mercados (como a ampliação do atendimento de e-commerce) e nos mostrou que sempre podemos fazer mais com menos recursos para estarmos preparados para lidar com adversidades. Principalmente, nos ensinou que mais do que nunca as pessoas são o maior valor de uma empresa, pois temos que cuidar uns dos outros para obtermos os melhores resultados sempre.

Para finalizarmos, o que o senhor espera para 2021 e quais são as expectativas da Patrus para o próximo ano?

O próximo ano ainda é de algumas incertezas, pois sabemos que ainda temos desafios de saúde para enfrentar. Porém, temos uma grande expectativa no aumento das demandas do e-commerce, pois percebemos que o volume de pessoas que consomem produtos na internet aumentou significativamente com a pandemia.

Além disso, as parcerias com clientes são um pilar fundamental, utilizadas estrategicamente para buscar mercados e abrir oportunidades em novos segmentos. Hoje, esse tipo de aliança é um dos pilares da expansão da Patrus Transportes, já que permite a entrada em novas regiões do Brasil com a empresa já lastreada por uma relação de confiança com o cliente. Movimentamos toda a cadeia produtiva de bens de consumo, pois atuamos no transporte desde a matéria-prima até o produto acabado tanto para as lojas quanto para o consumidor final.

Neste período de pandemia, percebemos que uma grande dificuldade foi a disponibilidade de matéria-prima para a indústria. Acreditamos que, à medida que a economia se restabelece, esses insumos voltaram com tudo para as indústrias e, com isso, vamos ter muitas demandas de transporte para abastecer as fábricas e as lojas e levar a cada consumidor a entrega que ele tanto espera.


ANUÁRIO 

NTC&Logística

2020-2021

  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube

© 2023 by NTC&Logística. Proudly created with PortalNtc.com.br

HORÁRIO DE ATENDIMENTO

Segunda a Sexta: 9H - 18H

Sabádo - Domingo: Fechado

CONTATO

Brasília

SAS – Quadra 1 – Lotes 3/4
Bloco “J” – 7º andar
Torre “A” Edifício CNT
CEP: 70070-010
Brasília/DF
Fone (61) 3322-3133

E-mail: atendimento@ntc.org.br

São Paulo

Rua Orlando Monteiro, 21
Vila Maria
CEP – 02121-021
São Paulo/SP
Fone (11) 2632-1500
Whatsapp (11) 99215-1576