Entrevista com Geovani Serafim

por: Comunicação Fetrancesc

De mecânico a motorista autônomo há dez anos e empresário do transporte rodoviário de cargas. Geovani Serafim é um daqueles empresários que não pulou etapas para obter suas conquistas. Pelo contrário: subiu degrau por degrau, acreditando que poderia evoluir constantemente.

Filho de caminhoneiro autônomo, começou a trabalhar em uma oficina mecânica aos 13 anos, onde ficou até os 17, quando dividia sua jornada entre labor e estudos. Mais tarde, tirou a Carteira Nacional de Habilitação e, ao atingir a idade mínima, evoluiu para categorias superiores para dirigir caminhão. Inclusive, foi quando comprou um caminhão L1113, de 1977, em sociedade com o pai, ingressando na atividade de motorista autônomo com viagens para São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais.

As primeiras atividades da Serafim Transportes, fundada em 2010, foram realizadas na sala da própria casa de Geovani. Então, os irmãos entraram como sócios no negócio, e a empresa cresceu, tornando-se a Serafim Transportes e Logística.

Neste meio tempo, Geovani associou sua empresa ao Sindicato das Empresas de Transportes de Cargas e Operações Logísticas de Joinville (Setracajo), entidade na qual foi conquistando espaço, o que o oportunizou assumir a função de coordenador da Comissão de Jovens Empresários (COMJOVEM) da região.

Foram tantos os trabalhos desenvolvidos enquanto coordenador, que renderam inúmeras premiações nas edições do Encontro Nacional da COMJOVEM 2019 e 2020, sendo neste ano destaque por preencher todas as categorias.

Pela importância que obteve frente à coordenação regional e por sua trajetória profissional, Geovani Serafim foi convidado para assumir a vice-coordenação da COMJOVEM Nacional no lugar de Antonio Carlos Ruyz, eleito presidente do Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas e Logística do Oeste do Paraná (Sintropar). Ele estará ao lado da também vice-coordenadora, Joyce Bessa, e do coordenador, André de Simone.

Para o presidente da Fetrancesc, Ari Rabaiolli, ex-presidente do Setracajo, ter um catarinense na COMJOVEM Nacional é motivo de muito orgulho. “O Geovani é muito empenhado, dedicado pelas ações da COMJOVEM. Para ele, cada dificuldade é transformada em oportunidade. Não é à toa que o núcleo de Joinville foi o mais premiado no Encontro Nacional deste ano. Tenho certeza de que ele fortalecerá ainda mais a nossa comissão de jovens empresários”, disse.

O presidente da NTC&Logística, Francisco Pelucio, comentou a nomeação. “Tenho certeza de que ele fará um grande trabalho na COMJOVEM Nacional. Sabemos da sua força de vontade e do grande trabalho realizado junto ao Setracajo e à COMJOVEM de Joinville. Desejo mais conquistas nesse novo desafio junto com o André de Simone e a Joyce Bessa”, disse.

De acordo com o coordenador Nacional da COMJOVEM, André de Simone, “é uma grande alegria ter o Geovani na vice-coordenação Nacional da COMJOVEM. Ele vem fazendo um trabalho incrível na atuação com o núcleo de Joinville, e nada mais que justo e merecido que ele faça parte das decisões, inclusive podendo contribuir com a comissão em nível nacional.”


Como foi a sua escalada em termos de representatividade no Sistema Fetrancesc, Setracajo e COMJOVEM?

Geovani Serafim: Em 2012 me associei ao Setracajo e comecei a frequentar os cursos e o encontro de RH. Foi em 2016 que passei a me relacionar com as lideranças do sindicato e tive a oportunidade de ingressar na COMJOVEM. Assumi como vice-coordenador junto com o Jácomo Isotton, da Transjoi, e, depois, ele me convidou para assumir a liderança do núcleo em novembro de 2018. A partir de 2020, passei a fazer parte da diretoria do sindicato.

Como você avalia o trabalho desenvolvido à frente da COMJOVEM Joinville?

Geovani: Desde que assumi a coordenação da COMJOVEM Joinville fizemos a diferença para os empresários com palestras, workshops, treinamentos e visitas técnicas ligadas ao transporte rodoviário de cargas. Além disso, realizamos diversas ações e eventos no âmbito social, inclusive envolvendo famílias carentes da região de atuação do nosso núcleo. Isso só foi possível porque todos os membros do grupo se engajaram e fizeram as suas contribuições. Sem a participação deles, não teríamos atingido nem a metade dos resultados que tivemos. Isso, inclusive, foi evidenciado com as premiações que recebemos nos Encontros Nacionais da COMJOVEM, em que em 2019 recebemos os prêmios Destaque, Desempenho e Revelação e, em 2020, fomos agraciados com o Destaque, Reconhecimento, Comunicação e Melhores Ações. Não hesito em afirmar: é fruto do trabalho em conjunto de todos os integrantes do nosso núcleo.

Como foi receber o convite para ser o novo vice-coordenador da COMJOVEM Nacional?

Geovani: Foi um misto de sentimentos. Por um lado, fiquei surpreso. Não esperava por receber este convite tão extraordinário com tão pouco tempo de COMJOVEM. Imaginei que precisava de muita “estrada” para que isso acontecesse. Por outro, fiquei imensamente feliz e honrado. E, ao mesmo tempo, olhei para trás e revivi toda a minha trajetória de vida pessoal e profissional, inclusive de dedicação para o nosso núcleo. Entendi que foi um grande reconhecimento por tanta dedicação, por entregar o meu melhor sempre. Entendi que tudo valeu muito a pena!

O que esta nova função representa para você, para o setor em Santa Catarina, para o Sistema Fetrancesc, para o Setracajo e para a sua região, Joinville?

Geovani: Assumir a vice-coordenação da COMJOVEM Nacional representa uma conquista não só para mim, mas para o transporte rodoviário de cargas de Santa Catarina. A Comissão de Jovens Empresários significa o futuro, e nós, junto com os atuais líderes do segmento, transformamos o setor por completo. Usamos a experiência e a prudência de cada um deles associadas à ousadia e ao conhecimento tecnológico da juventude.

Quem deverá assumir a coordenação em seu lugar? Qual missão terá à frente da função?

Geovani: A vice-coordenadora do núcleo Joinville, Daniela Rabaiolli, inclusive sucessora na Aceville Transportes, dará continuidade ao meu trabalho. Ela terá a missão de dar continuidade aos nossos trabalhos, de atrair jovens empresários, de capacitá-los e de despertar novas lideranças para o setor. Acima de tudo, com a experiência que ela terá com o sr. Ari Rabaiolli, grande visionário do setor, tenho certeza de que trará resultados ainda melhores para o grupo.


Presidente Francisco Pelucio, novo vice-coordenador nacional da COMJOVEM Geovani Serafim e o vice-presidente Eduardo Rebuzzi.